Still afraid of the unknown!!!!

Confesso que nunca entendi o medo que o ser humano tem do desconhecido e sejamos francos existem imensos.
Adoro a descoberta, o desconhecido para mim traz sempre um pouco de mistério, de interesse subentendido a pedir para ser entendido…absorvido.
Eu sei que o mistério tem encanto, mas o maior encanto para mim… é resolve-lo.
O ser humano tão “evoluído” com relação a outra seres que existem nossa amada Terra continua no seu estado primitivo onde tudo aquilo que não tem explicação é temido e tudo o que assusta também.
Estava eu ontem no meu trabalhito extra, onde os números ainda se intrometem na minha vida quando vejo, uma das moças de lá a olhar para o PC com ar de estou aqui estou a desmaiar e com um: Ai que horror!!! Sonoro a sair da boca…
Olhei como “gaja” curiosa QB que sou para o monitor dela e eis que detecto duas coisas:
1º Estava em pleno horário laboral entretida no Facebook, atenção não sou contra um intervalo aos neurónios de vez em quando, sou no entanto a favor da descrição…
2º Estava a observar um vídeo sobre uma Boa Constritor (agora estou armada em parva aqui a mostrar os meus dotes de boa entendora de nomes em latim para este animal fascinante), grande verdade! Mas nem por isso assustadora.
Ora eu olhei para a imagem e saiu-me (e eu já devia ter aprendido a ficar com a p**** da boca calada ) um: Ai que linda!
Pronto foi bastante para a Sra. olhar para mim como se eu estivesse nesse momento a babar e presa a um colete-de-forças.
Está certo as cobras são perigosas, mas vamos ser honestos somos mais nós para elas que elas para nós.
Vá lá que animal avisa que vai atacar com barulho sem ser a cascavel? As bichas não são falsas pelo que me faz saltar a tampa quando ouço o típico: “falsa como as cobras” really???? Ao menos sabem do que falam?
As cobras já foram adoradas, veneradas e protegidas, o veneno deste animal secular é a cura para imensas doenças, algumas delas ainda sem luz ao fundo do túnel que nos possa ajudar a suporta-la!
Foi uma Deusa do Egipto (denominada a que ama o silencio) protectora dos túmulos, guardiã da verdade.
Era usada pelas sacerdotisas da Grécia como oráculos.
O símbolo da medicina inclui duas cobras.
E depois como tantas coisas erradas foi associada ao primeiro pecado capital e banalizada para o mau nome que possui agora.
As cobras não são pegajosas são quentes, sedosas mas principalmente são seres a ser respeitados e não temidos, por no fundo de tudo e como infelizmente a melhor arma de defesa é o ataque, o receio que fazem os humanos transpirar por todos os poros coloca a vida delas em risco…..

E a nossa também, as cobras estão neste planeta à séculos são junto de outros animais como a tartaruga ou o crocodilo dos animais mais antigos, e como antigos que são tem a capacidade de adaptação que nós só nos nossos mais loucos sonhos conseguimos compreender ou alcançar. Estão a criar híbridos, com alterações fascinantes e venenos poderosos… E na verdade sejamos sinceros queremos mesmo competir com quem já cá anda a tanto tempo e já viu tanta coisa?
Aprendam a não temer o que não entendem mas mais que isso a respeitar o poder do que não entendem… Quem sabe até podem ter um boa surpresa!

Advertisements

Posted on October 22, 2010, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 4 Comments.

  1. Será por acaso: serpente, cobra, víbora…todos substantivos femininos…

    Perverso o bicho homem!!! (e invejoso!)

    Mulheres! Há que cobrar!

    Like

  2. A verdade é que o que é sagrado feminio os homens acabaram por fazer cair em “desgraça”
    A sorte é que os tempos mudam

    Like

  3. Nunca se deve substimar algo que não se consegue compreender na totalidade.
    As cobras podem ser um exemplo.
    Mas outro poderei dar, conheço-te bem mas nunca e mesmo nunca te subestimei…
    Beijo enigmático

    Like

  4. LOL Sr. Mega,
    Só tu para me pores aqui a rir agora

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: