Mentalidades de….

Sempre fui das pessoas que pensam que não se deve misturar amizades com trabalho, aliás no meu percurso laboral tive colegas que se transformam em óptimos amigos mas sempre porta do trabalho para fora.
Verdade seja dita, quem acha que no trabalho tem amigos, não só vive no mundo da fantasia como acaba inevitavelmente com uma faca espetada nas costas… claro que existem sempre excepções a regra aliás nem seria regra se tal não acontecesse.
No meio de isto tudo se ainda quem é nosso amigo é incompetente ficamos sempre naquele estado do não f@de nem sai de cima em que não sabemos bem o que dizer para alertar o colega e não magoar o amigo.
Tenho por habito e costume, ser o mais regrada no meu trabalho e no trabalho que passo aos outros, sou das que seguem o lema do não faças aos outros o que não gostas que te façam a ti e sigo religiosamente esse ditado, por isso não é novidade nenhuma quando tal não acontece do outro lado que fique sempre com instintos assassinos enraizados dentro de mim.
No último trabalho onde estive, antes de embarcar por novos mares, estava ligada primeiro de forma directa e depois indirecta com a contabilidade, não é uma área que me atraia confesso, mas é uma área matemática que resumindo de forma bruta tem muito a ver com movimentos bancários, aliás se a conta do banco de uma empresa esta certa é meio caminho andado para a empresa estar 90% conferida. Aprendi quando lá estive a organizar os papéis por forma não só a poupar trabalho assim como a delimitar a maior informação possível nesse campo de forma a ser mais fácil ter uma base de dados sobre o ponto de situação da mesma.
Quando sai da empresa e porque a minha tem de ter contabilidade organizada, transpus conhecimentos para ser mais fácil para a minha contabilista organizar os dados, estabelecer valores e eu ter sempre a tempo e horas informações correctas e correntes.
Tenho não só o cuidado de separar os papeis por rubricas, assim como mencionar em extracto o que se refere a quê com os maiores dados e informações possíveis.
O engraçado disto é que não há mês que as coisas venham correctas e nem mês que peça alterações que não são efectuadas e eu ando tipo Indiana Jones de mês a mês a descobrir falhas e o motivo de as haver depois de ter passado os dados correctos e de os ter deletado da minha mente.
Agora busílis da situação a senhora em questão é amiga da família, daquelas de ir a casa beber chazinho e tal… logo torna-se complicado de dizer a senhora: “olha lá oh incompetente de merda será possível que nem com as coisas a frente da tromba fazes isto bem?”
Torna-se não tornava-se já que na minha resolução de ano novo as coisas agora piam fininho… claro que não posso enxovalhar a senhora a bulhão eu sou uma lady (as vezes pelo menos!) nem vou estragar uma amizade porque a senhora é burra e gosta de fazer o que não deve menos o que lhe compete… mas hoje depois de pela milésima vez ter verificado os papeis desde do inicio do ano, e de ter confirmado (que novidade) que continua uma autentica bosta… após ter tido uma reunião, ter explicado tudo como as crianças e ter enviado um balancete a confiança ao banco (só de pensar nisso apetece-me bater com a mona na parede), alojei-me em frente ao computador (já é a segunda enrabadela do ano acho que me consigo habituar a isso) e enviei diplomaticamente o meu atestado de incompetência a senhora!
Tenho a certeza absoluta que vou receber um mail ou um telefonema com o descartar de culpas e tal, seguido pela tentativa de levar as coisas na brincadeira pelo amuo… sinceramente como uma amiga costuma dizer caguei de alto! Estou farta de gente incompetente e burra! Não quer aprender, não queira a quem esteja disponível para isso…
Saco de lá os papeis enquanto o diabo esfrega um olho e coloco noutro sitio… a verdade é que não vou continuar a ter palpitações sempre que olho para os extractos das minha menina (a loja claro està!)
Bendita resolução do ano… isto vai nem que seja a murro ou a pontapé!
Advertisements

Posted on January 5, 2011, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 11 Comments.

  1. Ainda hesitas:)

    Normal e Inevitável. Os americanos chamam isso de danos colaterais:) Se é para teu bem: bombardeia à vontade!

    Like

  2. Estás mesmo no bom caminho miuda.
    No que toca a trabalho não podem haver paninhos quentes ou se sabe fazer ou não e se não sabem não fazem.
    Quando se paga tem que se ter os resultados função do que se paga.
    Na minha opinião muda mesmo o mais depressa possível.
    Beijos de apoio

    Like

  3. M.
    O facto é que depois as pessoas ainda se fazem de vitimas o que me leva aos arames confesso.
    Irra não há paciencia

    Like

  4. Mega as vezes temos de ser politicamente correctos para não perder um amigo, mas a verdade é que se ele não entende que o serviço esta mal feito porque não tem capacidade e não pede ajuda nem admite é dificil de levar.
    A ver vamos como diz o cego
    Beijos

    Like

  5. Olá,no trabalho não há mesmo amigos, raros são os casos em que isso acontece. Eu farejo o cinismo há distância, é bem mais fácil de detectar do que as boas intenções…
    Beijinhos,
    Sofia

    Like

  6. Olá Sofia, a verdade é que nós vamos para o trabalho para trabalhar e passamos lá a maior parte do nosso dia. Se metessemos na cabeça que devemos ser colegas no sentido de ajudar e ser ajudado era muito mais facil levar as 8 horas!
    E a verdade é que de boas intenções esta o inferno cheio…
    🙂
    Beijos

    Like

  7. Utena, pergunta para ti na Mesa Redonda 😉
    Beijinho,
    Sofia

    Like

  8. Sofia a caminho
    🙂

    Like

  9. Utena estás aqui…Sou eu!
    Olha vim mesmo agora do Mega e estava a falar de ti,mas não me estava a sair nada de jeito e eu gosto de impressionar…
    Isto aqui também não me está a correr bem vou pregar para outra freguesia…
    Beijinho…Eu volto!

    Like

  10. Utena vou a outros blogues fazer comentários de caca…LOL!

    Like

  11. Olá lindona,
    Tu não tens que impressionar ninguem basta seres tu mesma e ja deixas todos de queixo caído.
    E faz favor de voltar a pregar aqui na minha freguesia que gosto muito de te “ver” por cá!
    Beijos gordos

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: