O deturpar da visão

Mahatma Gandhi disse um dia “A dignidade pessoal e a honra não podem ser protegidas por outras. Devem ser zeladas pelo indivíduo em particular. “
No entanto não posso deixar de me perguntar o que acontece a dignidade de quem não esta cá ou tem força para se defender se não caberá a nós faze-lo por eles.
Tentei não me deixar levar pela “histeria” que esta na berra agora e não falar sobre o caso Carlos Castro e Renato Seabra… mas a verdade é que depois de ser bombardeada por dados, noticias, pressupostos entendimentos do que se passou, comentários descabidos e parvos, dei a mão a palmatória e vou escrever um texto, filho único, sobre este assunto para deixar aqui neste meu diário aberto, uma passagem da vergonha que tem sido esta situação.
Não vou aqui decorrer sobre o que se passou, sobre quem tem culpa do quê, não vou limitar-me aos factos que ouvi, e nem nestes posso confiar. Sem juízos de valor.
 Cá vai:
ü  Facto: Carlos Castro era homossexual assumido, aliás assumidíssimo.
ü  Facto: Toda a gente sabia disso.
ü  Facto: Seja o CC a fazer o convite no facebook ou o contrário RS sabia quem era. E o contacto passou a existir entre ambos.
ü  Facto: RS usufrui da companhia do CC, todos sabiam, amigos de um e família de outro
ü  Facto: RS foi com o CC para Nova Iorque passar o ano novo, sem ser obrigado ou persuadido.
ü  Facto: Esteve hospedado no mesmo quarto, dividiu as horas de maior intimidade com outro homem.
ü  Facto: O português continua homofóbico, escondido dentro do papel de ser intelectualmente avançado.
ü  Facto: Um homem foi brutalmente assassinado e mutilado por outro. Um ser humano foi agredido, vandalizado e ofendido na sua morte. E após ela.
Chegamos sinceros e realistas, o que aconteceu, o porque ou o como nunca iremos saber, apenas duas pessoas sabem e uma faleceu a outra pelo que dizem esta incapacitada de o fazer.
Não posso deixar de entender o sofrimento daquela mãe, com um filho preso no estrangeiro, com o caso mediaticamente exposto em todos os meios de comunicação social, abutres desejosos de carniça como sabemos que conseguem ser.
Entendo aliás cada uma das partes… as justificativas saem da boca as vezes sem nos darmos por ela.
Compreendo aliás as mentiras, as tentativas de compor ramalhetes de uma ou de outra parte, desde do facto do RS ser garanhão, até o facto de o CC se dizer apaixonado.
Não compreendo nem aceito os comentários, porcos, ofensivos e descabidos que assolam em redes sociais, sobre um homem que não conhecem, que não sabem quem era ou como era apenas pelo facto de ter outros gostos sexuais.
A verdade aqui é pura e simples o CC e o RS eram dois adultos conscientes, sãos e inteligentes que se conheciam e sabiam exactamente como era um e outro.
O RS não era um puto inexperiente, que foi arrastado para a luxúria, iludido pelo lobo mau, de olhos fechados… Não! Era alguém atrás de uma oportunidade de sucesso e fama, se assim não fosse não teria concorrido a um programa de televisão.
O que me deixa profundamente magoada e triste com os seres que habitam o meu país é que tal como a pintura de Monet que representa a sua visão deturpada do fim dos seus dias, vêem em tudo abertura para mostrarem a sua pequenez ofensiva para quem é diferente… a raiva dissimulada escondida no seu dia-a-dia, com sorrisos falsos e tentativas de se mostrarem liberais com as minorias, pessoas pequenas que se escondem por trás do anonimato de imagens, e nick’s para colocarem cá para fora o seu veneno ofensivo que deturpa e ofende mais ainda a memória de um homem, com defeitos ou virtudes, um ser como qualquer outro que foi ofendido, maltratado e mutilado e o até  seu agressor que não passa no fundo de um jovem, alguém no inicio da sua vida que acabou por destruir com as próprias mãos.
Porque não pode o mundo deixar de julgar, porque não podemos todos aceitar que as coisas não acontecem aos outros… seria tão mais fácil sermos receptivos a mudança e deixar de apontar o dedo aos outros… porque no fundo pensem bem… por cada dedo apontado quatro ficam para vós apontados….
Advertisements

Posted on January 15, 2011, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 6 Comments.

  1. Isto é que é pensar…

    So digo: lamento a morte e lamento o causador da mesma. Mais nada.

    Há assuntos mais importantes. e pessoas também.

    Like

  2. M. infelizmente ainda existe muita gente preocupada com a vida dos outros

    Like

  3. Incomoda-me saber que alguém foi barbaramente assassinado, assim como lamento que alguém tenha levado parte da vida a comentar a vida dos outros, a tecer comentários às chamadas figuras públicas deste quintal à beira-mar plantado. Que associe o fútil à sua existência.
    Incomoda-me pensar que existirão individuos capazes de tudo fazerem em nome da perseguição de um sonho, como se a vida tivesse como objectivo principal a busca do El Dorado. Que apodreçam na cadeia, se forem consciêntes. Que se instalem num manicónio, se não dominam os seus instintos primários. Que sejam, sobretudo, retirados do contacto social com os demais.

    Like

  4. Anónimo antes de mais obrigado pelo comentário e por teres passado para me leres, baseei-me como deves ter lido no meu texto a factos.
    Um facto patente no teu comentário e que vai haver sempre “cuscas” de quintal a comentar a vida dos demais, primeiro porque existe público para isso, segundo porque as pessoas comentadas fazem por isso. Alias os socielities do nosso pais caçam os paparazzi e não é o contrário.
    A mim o que me choca é a impunidade com que se critica e se ofende os demais sem nada ser feito para evitar isso.

    Like

  5. Nada a declarar…Não há justificação para um crime hediondo daqueles!Nem atenuantes…
    Execrável!

    Like

  6. Pois… Matou… mutiliou… destruiu a vida de um e de outro.
    Enfim

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: