Limpidez

Recebi esta foto de um amigo ontem já passava da meia-noite, uma partilha de um gosto que temos em comum… Confesso que já a vi com o olho meio aberto meio fechado, mas a primeira coisa que me passou pela cabeça foi que a podia usar para um texto dos meus.
Adoro a perspectiva da imagem, a cor do fim de um dia, contrasta com as ondas salpicadas pela espuma da arrebentação… dá vontade de sentir na pele o toque frio que a água devia trazer, sempre que deslizava sensualmente pela areia… Disse-me ele que foi tirada no último dia do passado ano de 2010… e eu penso que bela forma de nos despedirmos do dia, entre o ar carregado de sal, e a luz que esmorece dando as boas vindas a noite.
Acho eu, e a minha opinião vale o que vale, que esta imagem esta de uma forma natural, captada de uma forma perfeita, em que a harmonia sente-se por cada ângulo que se observe na fotografia.
A nossa costa é uma coisa maravilhosa…linda… quase que sussurra tranquilidade ao nosso ouvido… e se ficarmos suficiente tempo em paz no ambiente e com nós mesmos quase que conseguimos sentir a invadir-nos a frescura húmida do mar que nos circunda.
Não sou menina da linha, pelo menos não nascida mas aprendi a amar esta terra de contrastes tão marcados, de ideias tão diversas e de costumes que a mim me continuam a parecer estranhos.
Coincidentemente vim ter a uma terra que tem em si tudo o que necessito para manter um equilíbrio estável na minha vida… sou afortunada com uma marginal revestida a mar e a verde… tenho a sorte de todas as manhas me fazer companhia nas minhas andanças laborais ou pessoais.
Engraçado estas coisas das coincidências…engraço como podemos por exemplo coincidentemente “esbarrar” com alguém na internet… anónimo… essas são as vantagens deste mundo cibernético… alguém que nos identificamos por exemplo na forma de escrever… e num acto de insanidade momentânea contactamos e mostramos o nosso gosto pelo que faz…mais coincidentemente e após trocas de ideias acabamos por achar parecenças, troca-se gostos… opiniões… gargalhadas e galhardetes virtuais… e chegamos a conclusão que é uma pessoa que passamos por ela milhentas vezes… que até podemos quem sabe já ter treinado no mesmo ginásio… dado passagem nesta marginal cúmplice e companheira de todas as manhas mas mesmo assim não sabemos de quem se trata.
Valerá a pena saber? Que poderá trazer de diferente a algumas confissões que são feitas muito provavelmente porque nos mantemos anónimos de um mundo real e desumano… mas que se tornam fáceis… leves… cúmplices. Nada… Coincidências são isso mesmo pequenas ondas que suavemente entram em contacto com a areia deixando a sua passagem marcada… mas de uma forma tão subtil que não deixa rasto mas fica connosco.
Mostrando a sua presença apenas porque sorrimos suavemente… de algo que mais ninguém sabe a não ser-mos nós e a quem mais bater… coincidentemente o motivo…
Gosto deste tipo de coincidências… são daquelas que fazem e passam de coincidências a confissões e de confissões a equilíbrio.
É mesmo com as habituais pedras no caminho não posso deixar de gostar deste inicio de 2011… esta a fazer-me bem… como aliás a algum tempo não me sentia…
O melhor será cruzar os dedos… e tentar que ninguém se aperceba disso não vá algum urubu cruzar o meu caminho e para mim… preto basta a roupa… e já agora umas botas que bem preciso delas……
Ai deve ser da hora tardia que já divago nas coisas banais de gajas…
Bons sonhos
Advertisements

Posted on January 16, 2011, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 4 Comments.

  1. Bela imagem de 2010. Qto às coincidências, apesar de não gostar mto de psicologia de bolso, há por aí um sociólogo (Alberone) que afirma num livro seu que “Não há coincidências”. Verdade ou não, há coincidências que nos acontecem na vida e nos deixam com sorriso na cara, porque não aproveitá-las e aceitá-las tal como são sem como nem porquês?

    Like

  2. Aprendi a fazer isso já há muito tempo… live the moment… Aceito como parte da minha vida… E depois a certas coisas que não se pregunta… saboreia-se

    Like

  3. Bela imagem e belo título que lhe atribuíste…E com um final maravilhoso À La Utena…As botas de que precisas!Gaja…
    Beijinhos*

    Like

  4. Rosinha já as tenho… muito in altas de salto boas para vestidos…´
    Gaja sim mas chique como só nós o sabemos ser
    Beijinhos

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: