E não é que dizem ser hoje dia do amigo?

É dizem ser hoje o Dia dos Amigos… bem quem sou eu para discordar numa altura em que todos os dias são dias de algo… sorte é ser dia de festejar apenas uma coisa e não 500 ao mesmo tempo.
Não gosto de festejar porque sim… porque alguém um dia acordou com comichão e resolver assinalar aquele dia como algo… qualquer dia comemoramos o dia do piolho… ou o dia de coçar a micose…
Irrita-me também a mudança nas datas dos festejos que poderiam contar alguma coisa como o dia da mãe (valha-nos por enquanto o dia do pai não foi mexido) que a única forma que tenho de saber quando é, é ficar atenta as montras das lojas.
Não sou daquelas que espera os anos… o natal… a data do calendário para mimar quem amo, porque é obrigatório assim o ser… porque podem pensar mal se não o fizermos.
Já passei essa fase de me preocupar com o que “parece mal” e com o que “podem dizer”, como diz a minha mãe quem me fala ao cú respeita-me a cara por isso falem á vontade é sinal que estou viva!
Ando com os azeites é verdade que sim… sou péssima doente e o facto de não me andar a sentir bem faz-me despertar em força a cabra que coabita comigo desde de que me conheço como gente… e faz-me ficar amargar… má… bruta e muitas vezes injusta!
Sei que nestas fases não é fácil lidar comigo, não que nas outras seja, mas nestas nem eu me aturo a mim mesma… mas a verdade é que devo estar a descontar o Karma pois meia-volta, volta e meia parece que alguém se lembra de testar até onde consigo aguentar e estica a corda com uma vontade que ainda não percebi como é que não partiu.
Mas isto são outras histórias de terror, que deixaremos para contar noutra altura em volta de uma lareira =)
Portanto hoje é dia dos amigos e apeteceu-me falar sobre amigos…
Ø  Amigos que nos acompanham no melhor que existe de nós e no pior,
Ø  Amigos que nos passam a mão na cabeça ou nos dão um calduço abre olhos sempre que preciso…
Ø  Amigos que discutem o sexo dos anjos até as 4 da madrugada e nos mandam barda merda quando querem dormir!
Ø  Amigos que se riem quando rimos… que choram se choramos… que nos arrancam sorrisos com as maiores idiotices e que nos fazem sentirmo-nos nós próprios idiotas por estarmos a fazer tempestades em copos de água!
Ø  Amigos que não nos vêm durante meses… mas que quando reencontramos é como se nos tivéssemos despedido á 5 minutos.
Ø  Amigos cúmplices que entendem o que dizemos, com um simples trocar de olhar… que quando dizemos mata dizem esfola!
Ø  Que discutem connosco e nos chamam a razão… que batem a porta com força… que gritam estou farto de te aturar mas que voltam passado 30 minutos com uma garrafa na mão e um sorriso na cara, como se nada se tivesse passado.
Ø  Amigos que não têm vergonha de dizer desculpa… sem pudores de te mandar f@der… sem problemas de te dizer que não estão com paciência de te aturar…
Ø  Que se riem quando fizeste o pior corte de cabelo da historia e se oferecem para sair a rua contigo para comparem um chapéu…
Ø  Amigo que grita na rua quando te vê… e que te abraça com força e te beija e diz para que todos ouçam… adoro-te minha mula estava cheia de saudades… amo-te minha cabrita!
Ø  Amigos que estão lá e que sempre que pensas neles te aquece o coração e te faz sorrir enquanto chegas a conclusão que és rica de uma forma que dinheiro nenhum pode proporcionar!
Ø  Amigos que se sentem na alma que de facto o são… sejam eles pessoas que conheces á anos ou á minutos… com quem estás todos os dias ou apenas segundos por ano…
A esses que sabem quem são… que me acompanham desde de sempre… que sei que estão lá tal como sabem que eu estou…
A vocês um feliz dia! Um dia feliz… hoje… ontem e amanhã!
Ti amo con la forza che follia riconosciuto come la cura del cuore Pochi e buoni non è un motto è un modo di vedere la vita.
grazie

(Vá eu traduzo que sou meiguinha mas penso que perde a força quando não é lida em italiano…
Adoro-vos com a força que a loucura reconheçe como a cura do coração… Poucos e bons… não é um lema é uma forma de ver a vida.
Obrigada
Ai que saudades que eu tenho de Itália camandro)

Advertisements

Posted on July 20, 2011, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 12 Comments.

  1. Também não gosto de festejar dias porque alguém o diz, o “dia do amigo” não é hoje, são todos os dias… todos os dias eles estão lá para nós (pelo menos os amigos de verdade) e nós estamos lá para eles.
    Para ti uma das “poucas e boas” que já percebi atravessas uma fase menos boa, vai um grande beijo, um bem haja pela amizade sempre presente, nem que estejamos 9 meses sem nos vermos, lol!!
    Desejo-te tudo de bom, muito amor, saude e paz que o resto a gente corre atrás (como dizem no Brasil).
    Bem haja por mais um texto em que nos chamas a atenção para mais um aspecto importante, vital das nossas vidas: os Amigos!!
    Beijos grandes,
    OlgaM

    Like

  2. Olga,

    Sou com as pessoas o que elas são comigo e tu és uma amiga de excepção.
    E o que sentimos devemos dizer bem alto e todos os dias sem esperar por datas…
    Beijinhos grandes

    Like

  3. E para não destoar, continuarei a chamar-te de amiga pois já me habituei… 🙂
    Assim como já me habituei a te ter desse lado, resmungona e com TPM mais do que uma vez por ano… lol
    Concordo contigo sobre os dias e nem acrescento mais nada senão saía daqui outro testamento 🙂
    Quanto ao italiano, é o meu idioma preferido a seguir ao português…adorava ver os filmes com Sophia Loren.
    E mesmo que não fosse dia dos amigos podes contar comigo para chamar-te todos os nomes que aí tens, mas baixinho, ok?…lol
    Um abraço daqueles virtuais mas que se sente no corpo
    Célia

    Like

  4. Não sou apologistas de dias específicos…muito menos para os amigos, gosto de os mimar sempre 🙂

    Like

  5. Não sei é porque é que a imagem só tem amigas. Sexismo, é o que é!

    Like

  6. CF,

    A palavra é recebida com carinho e retribuida da mesma maneira…
    Gosto muito de te ter por cá!

    Beijinho e abraço daqueles bem quentinhos
    =)

    Like

  7. Nokas,

    E é assim que deverá sempre ser…
    Beijinhos

    Like

  8. Rafeiro,

    Foi a que encontrei na net que gostei… por acaso até tenho mais amigos que amigas…
    Nada de sexismo!

    Beijos

    Like

  9. a amizade é algo de complexo…
    a exigência que cada vez mais nos assola faz-nos afastar e, por vezes perder amigos… mas não há nada melhor do que estar com eles. sem dia ou hora.

    Like

  10. António,

    Infelizmente a verdadeira amizade esta em vias de extinsão por isso devemos preservar sempre os bons amigos.

    Like

  11. Cheguei tarde!! :)) nem sabia que havia um dia para os amigos… então, para os amigos, não são todos os dias?? :)) Beijinho

    Like

  12. Eva,

    São pois… os verdadeiros são todos os dias… horas… minutos e segundos.
    Mesmo quando não estamos juntos

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: