Novo ano, velhas ideias

tumblr_inline_mtybz7SrIv1rj0kml

Antes de mais Bom Ano. E conforme prometido cá estou eu a retomar a escrita, ou pelo menos a tentar voltar a fazer.

E nada como começar com um pouco de polémica, sem querer suscitar muita, mas porque é o tema do dia, não poderia deixar de o referir.

Um novo atentado, uma nova prova do que podem as atitudes fanáticas fazerem a um povo, a uma nação em plena Europa liberal e liberalista.

Quem me conhece, sabe que existem temas que por norma prefiro não abordar, não por receio de debates calorosos, mas porque tudo o que inclua facciosismo leva a troca de palavras estupidas e a atitudes mal pensadas.

Temas como clubes de futebol, religião e política são por norma, temas difíceis de manter numa conversa inteligente.

Não posso deixar no entanto de escrever sobre o que se tem vindo a passar na Europa, num continente que já passou por tanto e que pelos motivos errados se esta a deixar conquistar por ideais errados e absurdos.

Todas as religiões têm erros, aliás de outra forma não poderia ser quando são retratadas por homens, mas existem situações que deveriam e poderiam ser evitadas se as pessoas deixassem de ser politicamente correctas e defendessem os seus direitos, as suas ideias.

Eu fui emigrante, emigrei por 7 anos, cumpri as regras desse país, mesmo aquelas que não concordava, calei revoltas… engoli sugestões, porque não era direito meu expor… na terra onde fores ter faz como vires fazer, já diz o ditado, e os antigos tinham razão no que diziam por mais que se lhes tente tirar a experiência vivida.

Vi pessoas de idade avança serem tratadas pior que animais, por não gostarem da cara, serem recambiadas de volta após 8 horas de viagem, sem respeito nenhum… e foram cidadãos do mesmo país que agora no meu, reclamam casas sem pagar e subsídios sem terem direito sob o cunho do racismo.

Permitir que um estrangeiro entre no país e mude as regras do mesmo é um erro que se paga caro, permitir que leis se alteram, que se manipulem noticias…. Ouvi ou li uma vez que um povo incapaz de lidar com o humor é um povo que se auto estupidifica e é verdade, mas mais que isso um povo que se permite a alterar tradições por outro é um povo que abre alas para ser conquistado a base da força… da barbárie.

Não sou a favor da abertura das fronteiras de uma forma discriminada, não sou a favor de colocar os que vem de fora em primeiro lugar com respeito aos meus compatriotas. Alterar as regras de uma escola, como o que aconteceu com a retirada dos cruxifixos em França por ferir susceptibilidades a um povo emigrante? E as burcas? Porque são permitidas?

Justificar isso com o facto de ser “costume” é absurdo, então e o costume dos povos do país para aonde emigram? Onde fica?

Serei racista por pensar assim? Xenófoba? Por defender os interesses do meus país? Interesses que vejo serem a cada dia que passa, postos em causa por um povo que não nos respeita? Não é suposto respeito originar respeito? Um povo que não aprende com o seu passado é um povo que não evolui… não se viu já a Europa no meio de um genocídio por alguém que quis impor as suas ideias em detrimento das dos outros?

Temos de continuar a medir o que dissemos, o que fazemos… a controlar as piadas que contamos por um povo cobarde e mesquinho que se esconde atrás de um desgraçado iludido com uma bomba amarrada ao peito?

Pensem nisso… mas pensem antes que seja tarde demais…

E fico-me por aqui, já me alonguei neste que é o meu texto de retorno.

Eu por mim vou continuar a dizer o que penso!

Namasté _()_

Advertisements

Posted on January 7, 2015, in Divagações. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: