Momentos

HojeO dia de ontem não foi fácil. Acho que todos temos na nossa vida aqueles dias… aqueles que quando chegamos ao fim a única coisa que queremos é deitarmos e esquecer que ele passou pelo calendário.

E embora todos os dias sejam dias que traçam e ajustam o que somos… nuns casos criando memórias que nos fazem sorrir e que nos repetem os sorrisos quando os recordamos…outros deixam marcas… cicatrizes feias que escondemos o melhor que pudemos, mas que de vez em quando dão sinal de vida quando o tempo da alma muda.

Ontem pela primeira vez em sete anos de blogue… de vivências expostas e repartidas… ponderei fechar.. ponderei seriamente deixar de lado a pena e o papel…

Já houve alturas que parei… que coloquei pausa na partilha porque o que tinha para partilhar eram apenas mágoas desiludidas…máscaras escondidas por detrás de falsos sorrisos e ilusórios “esta tudo bem”… nunca me tinha passado pela cabeça fechar e eliminar este espaço…ontem passou…

Muitas vezes as armaduras que colocamos, de fortes personalidades…marcadas pelo lema do “nada me abala” tornam-se pesadas demais para carregar e quebramos…

E quando quebramos…nós… ilusionistas da fachada forte… quebramos em peças de tal maneira pequenas e tal como se fosse uma pequena peça de cristal… raramente se volta a deixar inteira… e quando fica…ah quando fica… está lá as marcas de mais um rude tombo…

Ponderei…confesso que me senti cansada… e senti-me de tal maneira cansada que fiquei cansada de estar cansada… e acreditem é uma canseira estúpida.

Quem não me conhece vai dizer que não tolero ou que me abalo com as criticas… quem pelo contrario tem um pouco de noção como sou saberá dizer que eu vivo a minha vida sem me preocupar com elas.

As construtivas fazem me melhorar… as negativas servem para me fazer crescer… não agrado a todos e nem tenho sinceramente pretensões a isso… no fundo peço apenas uma coisa a quem se dá ao trabalho de me ler… respeito.

É uma coisa simples não? E tão fácil… respeito pelos gostos…pelos lemas… pelas formas de pensar… quando existe mesmo que não seja a nossa forma de ver a vida é muito mais fácil de a viver… respeitando troca-se ideias… trocando ideias abrem-se horizontes… muda-se o mundo.

Quando não existe abalam-se estruturas… destroem-se sonhos…arruínam-se civilizações… acreditem não é um exagero é a noção exacta da história…a passada…a recente… a que ainda estamos a construir.

Deveria ser uma matéria obrigatória na escola…já que em casa… infelizmente e por motivos vários se andam a descuidar muitas coisas.

Por isso sim…senti na pela a destruição do desrespeito e abalaram se as minhas infraestruturas… não sou de ferro por mais que o queira fazer transparecer e ponderei com o coração apertado… a alma dorida e a consciência que iria desapontar algumas pessoas deixar de escrever…

solidao3Mas às vezes, e ainda bem, a vida prega-nos surpresas… alguém lá em cima deve pensar que os testes tem de ser ultrapassados e oferece generosamente um bombom…e aparecem anjos de circunstancia… já tiveram algum?

Eu já tive na minha jornada de 37 anos… e hoje enquanto vegetava em frente ao meu PC e ganhava coragem para dizer adeus a este companheiro de quase 7 anos, o tempo voa, recebi uma mensagem privada que me fez sentir a garganta apertada…

O que dizia? Exactamente aquilo que pretendo alcançar quando escrevo… o coração da outra pessoa… porque e eu falo por mim nada me dá mais prazer do que ler algo e me sentir no local… na mente… do lado da pessoa que escreve…

Saber que o que escrevo o faz… nem que seja somente uma pessoa… fez-me sentir e desculpem o termo: A última cola do deserto (se bem que se eu estive no deserto e com sede preferia água mas tudo bem)

Nesse instante a tal peça de cristal que referi acima? Recuperou… mesmo com as mazelas que ficam e a vontade de voltar a dar de mim também.

Por isso… a si que sabe quem é… o meu sincero e singelo obrigada… e os votos que na altura certa também um anjo de circunstancia apareça na sua vida… aliás são essas pequenas pinceladas de cor no cinzento da vida que fazem tudo valer a pena.

Namasté _()_

Advertisements

Posted on March 30, 2015, in Uncategorized. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: