Protagonismo e a sede que provoca

cropped-yellow-brick-roadVerdade que quando fazemos algo gostamos que nos seja reconhecido o mérito… isso é um facto mais que assumido e várias vezes refutado, senão vejamos se até o mais cruel dos assassinos quer que lhe seja reconhecido protagonismo… quanto mais o comum dos mortais.

Eu contra mim falo que sou sedenta daquilo que é feito e idealizado por mim…sou egoísta ao ponto de não permitir que me atirem palpites ou façam sugestões. Mas eu confesso que sou assim… que me é difícil trabalhar em equipa… a ironia disto é que sempre chefiei equipas… mas por muito que me custe e acreditem que custa sei sempre colocar as coisas nos devidos lugares… verdade que assumo o mérito como sendo de todos… mas não deixo em mãos alheias projectos onde esteja envolvida….até porque ao fazer isso iria no mínimo desenvolver uma ulcera e no máximo partir a cabeça de alguém.

E este “bla bla” todo para quê? Para dizer tão simplesmente que entendo a sede do protagonismo e sei até onde ela nos pode levar… eu sei o que é sentirmos-nos frustrados quando algo que é feito por nós… quando algo tem o nosso cunho seja atribuído a uma conjunto de membros de uma equipa… sim porque aqui só se coloca o termo equipa, já que se fosse pessoal e contra a minha vontade iríamos ter sangue a escorrer de cavidades mucosas…escondidas e não só.

Não eu entendo isso… eu entendo o prazer que sentimos quando pensamos…quando imaginamos… quando idealizamos algo…seja um texto…uma foto… um jantar…e depois temos de repartir o tempo que perdemos com outro alguém… eu sei como é e sei particularmente como é difícil lidar com isso… aliás desde de pequena que sempre fiz os trabalhos de “grupo” sozinha…por um lado porque tenho um feitio de merda (muito aprimorado com a idade) e por outro porque era algo meu…mesmo com o dobro do trabalho era MEU…para o bem e para o mal…fosse tendo criticas ou elogios… era exclusivamente da Utena Maria, a je aqui presente.

Agora o que eu não entendo é a necessidade de o evidenciar se estamos a trabalhar em equipa… se é um projecto de vários… aí os egos… os desejos… as vontades… o c@ralho a quatro fica de fora e isso meus amigos não tem reticencias nem ponto e virgula… tem ponto final paragrafo!

Numa equipa não existe o “eu”… o singular… existe o “nós”…o plural…um e-mail é sempre escrito nesse sentido… as derrotas assim como as vitórias são assumidas no todo.

Custa? Fod@-se claro que sim… então se foram sedentos como eu, custa e não é pouco… mas cerramos os dentes e desfazemos a tromba e sorrimos porque o projecto onde estamos esta a ter sucesso e tem o nosso cunho nele…

E não é conversa de ir ao cú… eu por exemplo estou num projecto, (aliás que já vos falei nele) e que para além de não o puder mencionar ainda, já escrevi textos que foram reproduzidos na integra… em excertos…partilhados vezes sem conta…visualizados à escala da “milena” e nem por isso tem a minha assinatura… se me sinto orgulhosa? Então não… se não me coço toda por dentro? Ui até fazer ferida. E o mais engraçado? Sou directora do cabr@o do projecto!

Por isso meus amigos quando outros valores se levantam baixem a crista e aceitem que nem sempre o “EU” é mais importante que o “NÓS” (não o canal da televisão que isso não vale nem para dar aos “renhaunhaus”) e que um não vive sem o outro já que em tudo na vida não somos melhores que ninguém e passamos a vida a aprender.

Namasté _()_

Advertisements

Posted on April 28, 2015, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 2 Comments.

  1. Ui … é o chamado dor de corno dentro do projecto … merdas ! CLAP CLAP CLAP !

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: