Quando a “bolachada” devia ser dada aos adultos

tumblr_static_eas3el71h40gog84gccoog0sc_640_v2Está certo que não abunda em mim a vontade de ser mãe…uns nascem com relógio biológico, eu se não deixei o meu na linha de montagem, devo muito provavelmente ter deixado acabar a pilha.

Por isso muitas e muitos vêm-se no direito de me atirar com a típica frase:

só quando fores mãe é que podes dizer o que farias ou dar opinião

Eu como cago bem no que me dizem e opinião tenho sempre e por norma partilho e porque, se assim fosse os padres que não casam também não poderiam dar conselhos matrimoniais, venho aqui dar mais uns “bitaites” das coisas que me irritam e que muito provavelmente se encaixariam na modalidade aeróbica de alta pressão realizada à base dos 5 dedos… aka bolachada no meio das trombas que muitos pais deveriam levar de vez em quando…ou quase sempre…ou mesmo várias vezes ao dia e com repetição.

Está claro que este poderia ser um dos temas que encaixaria bem na 3ª edições de Coisas que me irritam mas digamos que mais do que me irritar são coisas que me fazem deitar fumo pelas orelhas.

Para mim as crianças não pedem para nascer, ao termos um filho ou mais, assumimos um compromisso para a vida, um compromisso que não pode ser tomado de animo leve…não é um casamento que se anula passado algum tempo onde já não temos paciência para aturar a pessoa que escolhemos para estar do nosso lado, nem um trabalho que descartamos porque já não esta à altura das expectativas… um filho é um prolongar do que somos… e esta certo que para o bem e para o mal nem sempre é assim, mas é um espelho do que reflectimos.

Por isso e porque nem sempre posso acusar o mau comportamento e mal criação dos petizes cá vai as coisas que me fazem querer esbofetear os paizinhos:

  • Paizinhos que tratam os filhos por você… independentemente se são da Lapa ou de Cascais ou da Porca da Murça, paizinhos que acham “super bem” tratar os filhos por você, porque alguma ave do paraíso lhes disse que isso indicava educação mas que depois são extremamente desleixados noutros comportamentos muito mais importantes que o dialecto da “Lili Caneças”
  • Paizinhos que gritam com as crianças por dá cá aquela palha… seja na praia… na rua… onde for! Educação damos em casa amigos quando isso não acontece não podem querer que os pequenos a demonstrem na rua… aliás alguns até são educados em demasia com relação à atenção que recebem entre quatro paredes
  • Paizinhos que conduzem a fumar e não só… que o fazem enquanto levam a criança no banco da frente e os pés não só não chegam ao chão como o cinto está ao nível do pescoço… a esses nem me apetece dizer nada… era passar-lhes com o carro por cima várias vezes e em diversas direcções
  • Paizinhos que compram os filhos…ou porque estão divorciados e a criança serve de joguete para magoar o outro…ou porque mijam fora do penico e é uma forma de manter a criança calada… eu própria tenho alguém da família que levava a criança aos encontros… é como diz a anedota…

pai quero uma IPAD… qual é a palavra mágica filho?… Raquel pai, o nome da tua amante… e queres o IPAD com capa branca ou preta meu pequeno?

  • Adultos com filhos ou não que se acham no direito de por em causa a ordem dos pais… ou porque se acham acima dos outros ou porque pura e simplesmente não têm um pingo de vergonha na cara… e ainda se fazem amiguinhos dos pequenos… como se quando estão do lado deles fossem superiores aos próprios pais…olha tenho na família alguém assim também… Bolas que a minha família é de um calibre que te vou contar ainda bem que a reduzi ao mínimo possível.
  • Paizinhos que não explicam as coisas… que se limitam a impor a vontade… que lhes tiram a dignidade com o quando cresceres entendes ou és muito novo para isso… e que depois quando acontece algo são incapazes de ver que os lançaram aos chacais sem preparação. E no campo destes temos os que falam com os pequenos como se fossem atrazadinhos… com voz de bebé… “quem é a coixinha winda da tia”….”cuticuti carinha fofixa da avó”… and so on!

Haveria mais alguns a referir…haver, havia mas não era a mesma coisa como diz o anúncio… eu fico-me por aqui… que o texto vai longo e eu já mascarei uma gaiata de Cleópatra!

Sim eu sei que não é Carnaval…. e sim eu sei que custa a tirar da cara… e sim eu sei que se calhar fosse filha minha não ia ter paciência… ou não! O que interessa é que é criança…tem direito a ser e o brilho dos olhos já ninguém lhe tira…

Namasté _()_

Advertisements

Posted on June 23, 2015, in Uncategorized. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: