A sensação de afogar sem água…

EMNOITEESCURAAprendi à minha custa e já há bastante tempo a não questionar a vida, ela é como é, e nós temos sempre mais força do que aquela que julgamos ser possível… talvez por isso superamos perdas e dores que julgávamos intransponíveis… o ser humano tem essa capacidade… essa e muitas mais que por vontade própria ou por conveniência ignora!

Confesso que aceitei na minha vida a não lutar as guerras que não são minhas…a não julgar acções dos outros… a não querer que sejam como gostaria que fossem… mas no fundo sinto que tenho a alma cansada… corroída… exausta… e questiono-me… o que fazer para recuperar o cansaço que de físico nada tem?

Que estilo de vitaminas dá vitalidade à alma… que repouso a recupera? Onde vou buscar animo para suportar as desilusões que a pouco e pouca a vão ressequindo?

Sinto-me cansada do mundo… a sério… numa constante sensação de afogamento secundário… aquele que resulta quando fica água nos pulmões e este ano ainda nem a praia fui!

Sinto-me cansada de mim mesma… estou constantemente revoltada e angustiada… já não vejo o bem sem existir o “mas”… estou sarcástica e cínica… deixei de saber olhar e ver com o olhar da mente… com o sentir da alma!

Sinto-me doente!

O mundo esta desgastado… a maldade impera…por todo o lado se vê isso… é uma maldade gratuita e eu não estou a saber desligar-me disso!

Tento… com todas as forças… coloco uma máscara todos os dias em que me levanto pela manhã… e sorrio mesmo sem vontade… e sou simpática mesmo sem querer e tento que o mundo pelo menos o que me rodeia, seja um pouco mais limpo… mas hoje não!

Hoje não consigo e não há nada que me faça ter forças para o conseguir e isso irrita-me e quanto mais me irrita mais me sufoca e menos força me dá!

Será essa uma das mudanças? Antes eu ia buscar força a raiva…agora apenas me apetece rastejar para um buraco e ficar quieta até que tudo passe!

Estou desiludida com tudo e com todos… triste com a raça que mais capacidade tinha para amar porque raciocina e tem poder de escolha, e escolhe o orgulho cego… a auto piedade… ao invés do auto sacrifício…

Hoje tomei a consciência… a dolorosa consciência que tenho a capacidade de riscar da minha vida alguém… que o nunca também existe no meu dicionário…

Hoje levei com o choque da realidade de que no mundo existe quem escolhe não amar… não perdoar… não estar ali a quem precisa… que bate no peito numa demonstração de guru e senhor da verdade e que na realidade não sabe a mais bela base da vida!

Não sabe amar!

E hoje… não estou com capacidade para lidar com isso…

Namasté _()_

Advertisements

Posted on July 1, 2015, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 4 Comments.

  1. Utenamiga

    Força! Há sempre momentos e pensamentos de que não conseguimos tirar da nossa frente e, sobretudo da nossa massa encefálica. Reagir é muito melhor do que rastejar e eu sei de saber feito que tu és incapaz de rastejar. Por isso, levanta a cabeça e diz Deu borem korum, obrigado em Concanim por me fazeres como sou…,

    Namasté

    Qjs alfacinhas

    Liked by 1 person

  2. Há muito mundo, há muita vida para além daquela que temos à nossa volta, há gente/gente e gente/nem por isso, há altos e baixos, há forças onde nunca as esperávamos.
    Vamos em frente.
    Amanhã é outro dia, e cada dia uma dádiva.
    Namaste

    Like

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: