Let the games begin!

img-post

O inicio de um novo ano, mais um ciclo… mais 52 semanas que de nada valem se não mudarmos interiormente.

Sei que o 2016 foi complicado…não foi um ano fácil a muitos níveis… não vale a pena falarmos dele, o passado é passado, só serve para aprender com ele e encerrar capítulos! Eu confesso que encerrei alguns… na soma não me posso queixar do ano que passou… algumas vezes têm de ser minhas e como sempre fui do contra, neste caso e num ano tão mau…para mim foi menos mau…mas muito assertivo!

Disse no término de 2016 que não ia fazer balanços e este não é um texto para os fazer… digamos que é apenas o epílogo de 2016 e a introdução de 2017.

Se eu acredito que será um ano melhor? Não! Para isso acontecer nós teríamos de ser melhores e eu não vejo essa mudança a acontecer tão cedo!

Mudanças… todos querem mudanças…poucos querem mudar!

Eu tento todos os dias mudar um pouco… a mudança tem de começar por algum lado e não se pode exigir sem dar… pelo menos eu aprendi isso com lições bastante difíceis de aceitar… de engolir!

Aprendi a ser grata…grata pelos sorrisos que me dão… grata pelas pessoas que aparecem na minha vida… grata por conseguir ir levando a minha vida cada dia…cada hora…grata por sempre me conseguir levantar quando caio…GRATA!

Não mudei o feitio que tenho, continuo a não engolir sapos (a resolução de 2016 continua para 2017) mas aprendi que não vale a pena lutar por certas coisas… que certas batalhas magoam mais quando persistimos a lutar que quando as largamos e as deixamos perdidas à partida.

Pensei que me ia custar mais aceitar isso… que me ia doer mais constatar que certas pessoas não são para a vida…travei uma batalha comigo mesma para não as procurar de novo mas no fim… e bem lá no fundo tenho de ser honesta comigo mesma e aceitar que não me fazem tanta falta assim.

Este ano não começou bem… o meu menino… o meu amor de 4 patas está doente e ontem com as pernas a tremer e o coração apertado fui com ele ao Hospital Veterinário do Restelo… eu sei que o vou perder mas não estou preparada para isso… foi tratado como sempre é com carinho e amor… um amor que deveríamos demonstrar com todos e em tudo… vocação acho que é isso que vejo lá e vejo tão pouco em todos os outros lados… deixamos de fazer as coisas porque somos vocacionados para elas…fazemos pelo que nos pagam… deixamos de ser humanos e cada vez mais nos vejo como autónomos.

Disse no dia 01 do novo ano que começa, aquela que é a minha melhor amiga, a minha mãe que:

“Gostava que no inicio de cada ano se fizesse um reset aos problemas e se começasse tudo de novo!”

Ela na assertividade que tão bem a caracteriza respondeu:

“Isso nem parece teu…era fácil demais e a filha que eu conheço nunca quer as coisas fáceis demais!”

Ela tem razão… como sempre…

O segredo da saúde mental e corporal está em não se lamentar pelo passado, não se preocupar com o futuro, nem se adiantar aos problemas, mas viver sabia e seriamente o presente.

Buda

Pensem nisso!

Bom Ano Novo!

Namasté _()_

Advertisements

Posted on January 2, 2017, in Uncategorized. Bookmark the permalink. 2 Comments.

  1. Utena Maria … este nome não me é estranho.
    Feliz 2017.

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: