Modas de hoje em dia

maxresdefault

Normal is an illusion. What is normal for the spider is chaos for the fly.

Morticia Addams

Não gosto de datas, de festejar eventos impostos só porque sim…nunca gostei. Aliás os eventos impostos tendem a deixar me apenas e só nauseada. Tenho a sorte de ter na minha vida um “gajo” que sabe e aceita como sou, penso que só por aí já me posso considerar sortuda.

Também não sou uma namorada entusiasta, adepta de muitas manifestações de carinho… de muitos “amo-te” só porque sim… acho que ai ele já não entende tão bem mas a vida faz de nós o que somos e faz parte de crescermos, aceitar os outros como eles são.

Mas a verdade é que por norma e em casos esporádicos, acabamos por não remar contra a maré e vamos também nós comemorar certas datas… ele fica feliz…eu sempre tenho material para escrita caustica… no fim acabamos sempre os dois por rir à gargalhada o que por si só vale a pena.

Ontem foi um desses dias… é moda comemorar o dia dos namorados… é moda fazer o mesmo num restaurante de sushi, desde de que obviamente o mesmo tenha sempre batatas fritas, ou pelo menos tenha comida chinesa, que se possa comer com faca e garfo e um ar de superior enfado enquanto olham para os empregados de mesa e comentários juncosos sempre que se tentam fazer entender da melhor maneira possível.

Também é moda julgar os outros pela aparência… o livro pela capa… quanto mais brilhante melhor , mesmo que o interior seja fútil de estória… cheio de eufemismos bacocos arrebatados pelo tão na moda…gerúndio.

Espelhos… acho que devia ser moda a oferta de espelhos hoje em dia, para que nos possamos observar neles antes de sair para a rua com a nossa mala da Gucci comprada no vão das escadas… envoltas nos perfumes de marca branca e na maquilhagem mal amanhada que colocamos pela manha só para esconder o ar de frete que fazemos todo o dia.

Vi isso ontem e revoltou-me profundamente… ainda se continua a julgar os outros pelo que achamos certo ou errado, pelo nosso padrão do que esta correcto…

Na mesa ao lado da nossa estava um desses casais tipicamente correctos… ela fez-lhe o favor de ir ao sushi e mal tocou na comida… ele fez o papel de amantissimo namorado… palavras carinhosas…comida na boca… eu só conseguia pensar que alguém naquela noite ia ter de chamar a “irmã da canhota”… pobre coitado só dizia…”mas tu disseste que podia ser onde eu quisesse”… mais um que ainda não aprendeu que quando nós mulheres dizemos isso significa obviamente o contrário… aqui o que me revoltou foi o olhar que a “senhora” dirigiu ao casal que entrou de seguida… ela betinha da linha… ele tinha no corpo, pelo menos nas partes que vi, decido usar o que lhe pertence como tela humana… como se ela, a senhora, tivesse moral para o fazer… do lado da frente as famosas fotos a comida… intocada porque na realidade o que engoliam a grandes garfadas era o arroz acompanhado dos panados de frango… do lado oposto uma mesa de família… na realidade a única coisa que foram ver foi o Benfica que jogava nessa noite… jogo que um certo canal de televisão fez questão de reportar desta maneira:

“pedimos desculpas as mulheres e namoradas mas o dia dos namorados de 2017 vai ser adiado porque joga o Benfica”

Porque hoje em dia é isso que acontece e é por isso que o mundo está como está…porque o amor pode ser adiado…

Todas procuram um Grey que apenas é desejado porque é rico…fosse pobre e estávamos a assistir a um triller policial. Na realidade todos procuram o mesmo… enquadrar …infelizmente procuram no local e da maneira errada.

Para nós os dois foi mais uma noite como todas as outras… de conversas parvas e gargalhadas e de saber que ali no meio de tanta gente havia dois casais que faziam sentido… nós e a tela humana com a sua betinha loira que tão bem ficavam juntos.

Os restantes… os restantes iriam rumar a casa mais uma vez…provavelmente fariam amor enquanto fingiam aquilo que não sentiam, com quem não queriam apenas porque é moda festejar certas datas… como sei?

Porque aprendi a grandes penas que nem sempre temos o que queremos e mais que isso aprendi a ler as entrelinhas… aquelas que fingimos não ver apenas porque assim é mais fácil viver.

Namasté _()_

Advertisements

Posted on February 15, 2017, in Uncategorized. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: