Barba non facit philosophum

Até pode ser que a minha paciência já não seja o que costumava ser… sim até pode ser que certas coisas me irritem mais do que outras… que com o avançar da idade certas coisas me façam ter vontade de mandar uns quantos para a coisa da mãe e os restantes para o do pai… mas ultimamente os assuntos referentes a protecção dos animais anda a fazer com que fique com a paciência nula de uma andorinha em final de Primavera.

Acreditem eu já ouvi de tudo… coisas como as plantas também são seres vivos… até porque não adoptas um porco, passando pelo… se não estudaste geografia não podes falar sobre impacto global… já fui chamada de hipócrita porque não sou vegetariana… a coisas piores porque disse que para mim quem maltrata um animal… maltrata uma vida e pode fazer o mesmo à mãe ou ao filho… já fui ameaçada porque sou contra as touradas… já sofri uma tentativa de agressão porque impedi alguém de agredir um animal… até já fui ameaçada de forma anónima e corajosa (not) porque não papo grupos nem sou cega ao ponto de achar que todos as associações de defesa são boas e os restantes são lobos em pele de cordeiro.

A verdade é que entra ano…sai ano… e continuamos no mesmo impasse… os animais continuam a ser considerados coisas, sem direitos… mal-tratasse sem haver consequências e quando se criticam acções somos taxados de histéricos… de sensíveis que não fazem nada pelas pessoas e estão a defender os animais… mas mais assustador que isso é saber que a merda que ocupa uma cadeira no governo e que de facto poderia fazer algo, perde tempo a caçar gambozinos.

Ele é os caracóis que tem de ser mortos antes de serem cozidos… os provérbios que tem de ser alterados… mas a tourada… esse espectáculo extremamente didáctico para crianças mantém o IVA a 6%… já não sei se ria ou se chore… mas verdade sejam ditas… mesmo que chore de raiva vai sempre haver quem diga que são lágrimas de crocodilo.

A realidade é que por cada defensor extremista, vai existir alguém que goze com isso… e cada vez que isso acontece mais um animal sofre na mãos impunes de seres fracos que apenas mal-tratam quem não se defende… a realidade assustadora é que em pleno final de 2018 ainda não há quem se sente e converse a sério… sem acusações ou apontar de dedos para que finalmente se termine com esta calamidade pública sejam elas os animais abandonados… os idosos largados nas camas dos hospitais ou as vitimas que sofrem por detrás de portas fechadas… ditados a parte… se a paciência é um biscoito… eu definitivamente comi a minha.

Namasté _()_

Posted on December 10, 2018, in Uncategorized. Bookmark the permalink. Leave a comment.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

OMNIA IN UNUM

Trilhos definidos em horizontes indeterminados

loudness

magazine

Pseudo

Para o que der e vier!

O estranho mundo de Dom

...um mundo igual a tantos outros ... ou não !

Divas em Apuros

Um espaço de convívio para verdadeiras Divas.

%d bloggers like this: